Inteligência Artificial no Direito: veja como essa tecnologia impacta o ramo jurídico

O cenário jurídico tem se transformado muito ao longo dos anos, sendo impactado por novidades internas e também externas. Tecnologias e tendências novas acabam atingindo o segmento e gerando mudanças no dia a dia dos advogados. 

Um bom exemplo disso é o impacto da Inteligência Artificial no Direito. A seguir, vamos falar um pouco sobre como essa inovação tem redefinido muitos aspectos do trabalho no ramo. Boa leitura! 

O que é a Inteligência Artificial no Direito?

Inteligência Artificial (IA) é um termo da área de Tecnologia da Informação (TI), que representa a capacidade de sistemas desenvolverem tarefas que, em outras situações, exigiriam o trabalho humano. Esses sistemas são “treinados” para analisar dados, identificar padrões e muito mais. 

O uso de plataformas com essa característica no universo jurídico pode ajudar muitos profissionais em suas rotinas diárias, otimizando tarefas repetitivas, gerando insights a partir de informações e observando tendências. Tudo isso facilita o trabalho jurídico e apoia a elaboração de documentos e análises. 

Vale lembrar que a união da tecnologia com o Direito já está criando um novo nicho de mercado, que tem tudo a ver com IA: as lawtechs. O termo, que une as palavras law (lei, em inglês) e tech (abreviação de technology, ou seja, tecnologia), representa as empresas que desenvolvem softwares e plataformas voltados à área jurídica. 

Como os advogados podem utilizar a Inteligência Artificial no Direito?
Confira algumas vantagens de contar com essa tecnologia no dia a dia no segmento da advocacia:
  • Automação de atividades: tarefas burocráticas, como classificação de documentos, preenchimento de formulários e organização de dados podem ser facilitadas ou realizadas completamente pela IA. Isso oferece aos profissionais mais tempo livre para questões que requerem capacidades humanas, como conversas com clientes e elaboração de estratégias. 
  • Pesquisa jurídica: a IA torna a busca e a análise de informações muito mais simples. Ela identifica padrões que podem fazer a diferença em um caso, oferecendo insights valiosos para a tomada de decisões e fornecendo um diferencial estratégico. 
  • Revisão de contratos: a IA ajuda a destacar as cláusulas mais importantes, avalia se o documento está em conformidade com a legislação e identifica possíveis riscos.

Esses são apenas alguns exemplos, mas, as possibilidades são infinitas. Diversas ferramentas de IA têm surgido, possibilitando uma ampla gama de funcionalidades úteis para o Direito. 

Conheça algumas plataformas de Inteligência Artificial para o Direito
Confira ferramentas e empresas que podem facilitar o seu dia a dia de trabalho através da IA:
  • Digesto
    Unindo dados jurídicos de todo o país, é uma base de dados centralizada, gerando um mapeamento de todo o cenário legal brasileiro. Com o auxílio da IA, possibilita buscas muito precisas e o levantamento de informações de forma rápida e simples. 
  • Enlighten
    A empresa desenvolveu um software que prevê as chances de sucesso de uma ação, além de prestar serviços de implantação de ferramentas de IA em departamentos jurídicos. 
  • Legal Labs
    Um serviço usado por escritórios, órgãos públicos e o Poder Judiciário, foi criado para pesquisar jurisprudências. A aplicação da IA reduz o tempo de busca e ajuda a elaborar peças processuais de elevada qualidade. 
Saiba mais sobre o mundo da advocacia
Em nosso blog, você encontra muitos outros conteúdos como esse, para se manter sempre por dentro das tendências e atualidades do Direito. Explore mais artigos!

Cadastre-se Newsletter

Quer receber notícias e novidades do Blog da Legale? Faça seu cadastro abaixo e fique por dentro das novidades.

🛡️ Seu cadastro são criptografados e protegidos
⚠️ Ao registar-se confirma que aceita os Termos e Condições e Política de Privacidade